After all, what the hell is Rockabilly?

ok

It`s a rock, rock, Rockabilly boggie!
                                                     Johnny Burnette`s song

Can not stop moving your feet and rips? Definitly, you are listening to Rockabilly! This name is a pourtmanteau or, in other words, a junction of the musical genres names Rock and Hillbilly – which are present in its musical composition too. Popular in the middle of the 50`s, the Rockabilly also created a tribe, with specific features in the manner of speaking and dressing up.

There is no doubt: such a intense and funny rhythm could not have other roots. Original from North America, the Rockabilly was influenced by musical genres in vogue in the 40`s and 50`s. Beyond the genres mentioned before, Rock`n`roll, Blues, R&B (Rhythm& Blues), Country Music and Jazz are also presents in its formation. In those years the racism yet prevailed in the United States. The broadcast of the `black music`, as  Blues, R&B and Gospel touched the souls of the young workers from the countryside of EUA, and started to change the Hillbilly.

old-man-playing-the-guitar-2

“A country man`s song, with a black man`s rhythm.” PERKINS, Carl. Go Cat Go!

Elvis Presley was the pioneer Rockabilly Star. In his first session for the Sam Phillips`s Sun Label of Memphis, Tenesse, he recorded “That`s All Right”, from Arthur `Big Boy` Crudup and “Blue Moon of Kentucky”, by Bill Monroe. Through Affrican-American influences, Presley sang with a huge emotional intensity, too eccentric for that time. Playing a strummed acoustic guitar, filled by another cheerful eletric guitar, by Scotty Moore, and a slapping bass, by Bill Black, the record established part of the Rockabilly instrumentation.

11698627_852002931520010_3504253553088570619_nAs one of the first subgenres of the Rock`n`roll, the Rockabilly clothing style inherited some of its features. For the girls, a swing dress or skirt, a bandana for the head or neck, cat glasses and a lot of polka dots. For the boys, suspenders, a black or jeans trousers and a white or colorful t-shirt. Both of them can wear the classic leather jacket, and do a lot of tattoos.

2cd684c53ad8f24e67ff6c3a35f4ab7f

A blues structure, a strong rhythm and a wild vocal are the Rockabilly musical essence. Therefore, the following records based in the new style adopt this blueprint. The pattern inspired plenty of the new musicians, amoung them Buddy Holly, other Rockabilly star. Evidently, Elvis did a revolution in the musical world. His music and performance style still influencing musicians until nowadays.

766afe785a6701b5abc58e6c0691c3bc
Similar performers gained space in the musical scenario, as Gene Vincent with `Be-bop-A-Lula`, a top hit of the parades at that time. Jerry Lee Lewis, Carl Perkins, Bill Halley, Johnny Cash, Wanda Jackson, Eddie Cochran and Johnny Burnette are reputed musicians that adopted and made success with this new genre style.

287881fa96eeb2a63e6a697702929cb4

Despite the quiclky success, the definition of the Rockabilly genre did not appeared before its demise, in the end of the 60`s. It was studied and catalogued only two decades later. In the 70`s, Elvis Presley`s death propelled the Rockabilly`s revival, that started in Europe. Young people were dressing up again the 50`s style, dancing and listening to the old records. Even festivals were made with oldies rockabillies coming overseas.

New bands were formed during the revival. Stray Cats, from New York City, is a remarkable one. With a good acceptance in England, this band was influenced by the European culture and carried it back to the EUA. The caricatured look hit the beginning of the videoclip in the MTV`s early years. A contemporary marvelous artist, that carries the Rockabilly boogie, is the great Irish singer Imelda May. She incorporated the Bodhran to this genre instrumentation, a frame drum originary from the tradicional Irish culture, The Celtics.

1e94a4c383c33e34172512df018c26cd1

The broadcast of this musical genre made it become popular even to distance countries, as Japan and Russia. Unique, the Rockabilly can shake both young and old hearts, until nowadays. So, let`s rock around the clock?!

Versao em portugues

Afinal, que raios é Rockabilly?

Não consegue parar de mexer os quadris?! Definitivamente, você esta ouvindo Rockabilly! Esse nome e um pourtmanteau, ou, em outras palavras, uma junção do nome e estilo dos gêneros musicais Rock e Hillbilly. Popular nos anos 50, o Rockabilly criou uma tribo, com características específicas, tanto na maneira de falar quanto se vestir.

Não há dúvidas: um ritmo tão intenso e divertido não poderia ter outras raízes. Originário da América do Norte, o Rockabilly foi influenciado por gêneros musicais em voga nos anos 40 e 50. Além dos gêneros já mencionados, Rock`n`roll, Blues, R&B (Rhythm & Blues), Country Music e até o Jazz estão presentes também em sua formação. Nesse tempo, o racismo ainda era muito presente nos EUA. A disseminação radiofônica da musica negra, como o Blues, o R&B e a musica Gospel tocou as almas dos jovens trabalhadores do interior dos Estados Unidos, e começou a mudar o estilo Hillbilly.

“Uma musica country com ritmo negro.” PERKINS, Carl. Go Cat Go!

Elvis Presley foi a estrela Rockabilly pioneira. Na sua primeira sessão para o estúdio Sam Phillips’s Sun Label, de Memphis, Tenesse, ele gravou “That’s All Right”, de autoria de Arthur “Big Boy” Crudup, e “Blue Moon of Kentucky”, composta por Bill Monroe. Com influências afro-americanas, Presley cantou com grande intensidade emocional, totalmente excêntrico para a época. O rei tocou uma guitarra dedilhada, preenchida por uma guitarra elétrica animada, por Scotty Moore, e um baixo com efeito slap, por Bill Black. A gravação estabeleceu parte da instrumentação Rockabilly.
Como um dos primeiros subgêneros do Rock`n`roll, o vestuário Rockabilly herdou algumas de suas características. Para as garotas, um vestido ou uma saia rodados, uma bandana para a cabeça ou o pescoço, óculos de gatinha e muito poá (a famosa estampa de bolinha). Para os garotos, suspensórios, calças pretas ou jeans, e uma camiseta branca, preta ou xadreza. Ambos podem usar a clássica jaqueta de couro, e fazer tatuagens à vontade. Claro que esse foi o padrão para a época; hoje em dia, os itens dos meninos podem ser com certeza usados pelas meninas… (e vice versa – por que não?!).

A estrutura do blues, um forte ritmo e um vocal selvagem são a essência musical do Rockabilly. Assim, as gravações seguintes, baseadas nesse estilo, adotaram esse padrão: ele inspirou a grande maioria dos novos músicos daquela época. Evidentemente, Elvis fez uma revolução no mundo musical. Alias, sua música e estilo performático continuam até hoje a influenciar músicos contemporâneos.
Artistas similares ganharam espaco no cenário musical, como Gene Vicent, com o famoso “Be-bop-A-Lula”, um hit que foi top das paradas de sucesso da época – e é conhecido até hoje. Jerry Lee Lewis, Carl Perkins, Bill Halley, Johnny Cash, Wanda Jackson, Eddie Cochran e Johnny Burnette são músicos com forte reputação, que adotaram e fizeram sucesso com esse novo gênero musical.
Mesmo com o sucesso rápido, a definição do gênero Rockabilly não foi criada antes de seu desaparecimento, no final dos anos 60. Nos anos 70, a morte do rei Elvis propulsionou o renascimento do estilo, que começou na Europa. Jovens estavam se vestindo novamente com roupas dos anos 50, dançando e ouvindo os velhos discos. Até festivais foram produzidos, com os velhos rockabillies vindos de além mar.

Durante o revival, novas bandas foram formadas. Stray Cats, de NY, é uma das mais notáveis. Com boa aceitação na Inglaterra, essa banda foi influenciada pela cultura Européia, e carregou traços desta de volta para os EUA. O estilo caricaturado, com um toque de anos 80, marcou o começo do videoclip nos primeiros passos da MTV. Uma envolvente artista contemporânea, que carrega o Rockabilly boogie, é cantora irlandesa Imelda May. Ela incorporou ao estilo o Bodhran, um instrumento musical dos Celtas, a tradicional cultura Irlandesa.

A disseminação radiofônica e televisiva do gênero fez com que este se tornasse popular ate nos países mais distantes, como Japão e Russia. Único, o Rockabilly pode balançar jovens e velhos corações, até hoje em dia. Então, let`s rock around the clock?!

 

 

Sources / Fontes:

http://www.craigmorrison.com/spip.php?article19

http://www.shsu.edu/lis_fwh/book/classic_rock_n_roll/Rockabilly2.htm

http://www.britannica.com/EBchecked/topic/506220/rockabilly

Advertisements

One Comment Add yours

  1. Will Arruda says:

    Eu estava devendo um comentário no seu site, lógico que teria que ser no post sobre Rockabilly. Bjs Sara e I miss you!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s